Gallery

Lendas: A mulher de Branco

 Lendas de Supernatural : A Mulher de Branco

Na série Supernatural há varias lendas, e uma delas é a da Mulher de Branco ou Mulher da Meia Noite, pode se dizer que são bem parecidas as lendas. No caso da série eles fizeram a versão mais conhecida. Uma mulher de branco está na estrada sozinha toda vestida de branco, ela diz que está perdida e pede uma carona pra casa. Em alguns dos casos quando o motorista chega no local indicado pela mulher de branco ela some, em outras vezes ela o mata. No caso de Supernatural ela matava os motoristas, por isso Dean e Sam chegaram pra acabar coma sua festa.

Mas quais seriam as outras versões dessa lenda.

Em uma das lenda fala que a mulher de branco, era uma mulher de longos cabelos, muito bonita que era cobiçada por um rico fazendeiro. Na tentativa de fugir do fazendeiro ela acabou morta afogada em um lago que ficava próximo a sua casa, e ali ela findaria no fundo lago. Depois de matar a moça o fazendeiro perdeu quase tudo que tinha, suas colheitas não eram mais as mesma por causa do fantasma da moça que sempre aparecia de branco.

Outra lenda diz que a mulher de branco era o fantasma de uma jovem assassinada que não sabe que já morreu e vaga sem rumo ou que seria uma mulher que perdeu o marido, não tendo como alimentar os filhos ela os matou afogados e depois se matou, retornando para pagar pelos seus crimes.

Na versão da jovem assassinada, pelo que se diz ela desaparece a meia noite. Mas nas duas versões ela fica na estrada a espera de uma carona, o motorista impressionado pela beleza da mulher lhe dá carona, ela pede que ele a leve pra casa e mostra o caminho. Passando em frente a um cemitério ela manda que o motorista pare e diz : “É aqui que eu moro…”. O motorista fica com muito medo, lógico. E quando o sino da igreja bate a meia noite ela desaparece. Em alguns casos ela os convida a entrar, são poucos os homens que se atrevem a entrar e aqueles que fazem sofrem com espantosas revelações, ou acabam morrendo.

No Brasil nos também temos a nossa lenda a mulher de Branco, todos nós já escutamos falar dela, pelo menos eu morria de medo dela quando era pequena, sim gente é a Loira do Banheiro.

A Loira do Banheiro ou Maria Sangrenta, o que se pode dizer sobre está lenda tão conhecida em nosso país. A lenda diz que ela era uma jovem de cabelos dourados, muito bonita que gostava de namorar muito, uma vez se escondeu no banheiro feminino para não ser pega namorando, dizem outras que era pra fumar (vai saber o que ela fazia no banheiro). Na versão da sua morte mais conhecida, ela é violentada e morta pelos garotos da escola e abandonada no banheiro. E seu espírito ficou para a assombrar e seduzir garotos que ficam sozinhos nos banheiros das escolas , e as meninas que se arrumam muito em frente dos espelhos de banheiros da escola. Para que a loira vá embora você vai ter que puxar os tampões de algodão de seu nariz, fazendo com que seu fantasma desapareça definitivamente.

Para chamar ela, diz a lenda, tem que falar três palavrões em frente a um espelho, dá descarga três vezes. E ela vai aparecer. Todos já fizemos isso, bom eu pelo já fiz.

Aqui vai uma dica pra quem quer virar a Loira do Banheiro : “Mulher de Branco – Morreu no banheiro. A lenda diz que quem gastar papel higiênico e água como ela gastou, iria morrer como ela. La diz: se você jogar 3 pedaços de papel na privada e abrir e fechar a torneira 3 vezes, você ira se juntar ao espírito da mulher de branco e aterrorizar os banheiros do Mundo afora.”

Carolline Mendes

11 Respostas para “Lendas: A mulher de Branco

  1. em eu poderia saber qual episodio era o da mulher de branco

    Curtir

  2. Bem legal esse post

    Curtir

  3. q coisa e essa

    Curtir

  4. Pingback: A Mulher de Branco « Colt Brasil

  5. eu sei que no ratinho sexta feira sempre rafael e namorada dele que era mulher de branco ela lhe convidou para ir para a casa dela passando pelo cemiterio no cemiterio ela virou a mulher de branco e disse que quem namorasse com ela morria no outro dia rafael ficou de babando todo e foi para o hospital e morreu…

    Curtir

  6. alguem sabe lendas urbanas

    Curtir

  7. Sei e fui vítima, muita gente acha que são lendas também pensava assim mais tudo mudou. estava dormindo em casa virado pra uma parede nesse ano dividia o quarto com minha tia minha tia dormia em outra cama do lado oposto do quarto que tinha uma janela dessas de basculhante (três vidros com um troço de metal para fechar) estava de barriga pra baixo e me senti incomodado pela parede quando me virei vi a mulher vestida de branco com roupa de época nos pés da minha tia! congelei achei que fosse um ladrão pois a claridade da janela(por ser noite de lua) dava pra ver aquilo nos mínimos detalhes como não acreditava passei a tentar não ser notado ate então achava que se tratava de um ladrão, quando notei que ela estava sentada sobre o mosquiteiro deixando-o baixo no local nos pés da cama de minha tia olhando para a parede, tentei avisar minha família para minha surpresa cadê minha voz! sumiu de repente ela foi virando e sorriu nesse momento eu pulei da cama tremendo esbarrei no ventilador que estava no meio da porta,( estupidez da minha tia colocar o ventilador de forma a ventilar as duas camas), quase matei toda minha família de susto e demorei para voltar minha voz e explicar tudo. por isso peço a todos não façam brincadeiras com isso deixo aqui meu relato e afirmo pela minha fé em deus perante ele que alguma coisa existe não sei se fantasma, anjos, ou anjos caídos mais algo existe! sofri muito por conta disso primeiro por minha família achar que foi sonho, depois que era algum tipo de distúrbio psíquico, Nunca mais voltei ao quarto e Peço a Deus que mais ninguem tenha esperiência parecida.

    Curtir

    • Não posso dizer que não acredito na sua história Raquel, eu nunca vivenciei nada assim, mas como não sei realmente o que existe do outro lado, n posso deixar de acreditar na sua história, meu avô, um sobrevivente de um campo de concentração durante a segunda grande guerra (Auschwitz-Birkenau)viveu a vida inteira nos contando que via seus pais que morreram no campo de concentração sempre juntos em sua volta, sempre em momentos importantes, como quando os filhos nasciam ou os netos dentre outras coisas.
      Como judia, somos céticos em acreditar em outras coisas além do Criador, mas como neta, eu sei que meu avô sempre falava a verdade, pois podia ver no olhar dele a emoção de falar sobre os pais.
      Mas é isso, obrigado por ter compartilhado sua história.

      Fabrini S.

      Curtir

  8. eu adoro sobrenatural assisto todas as series
    gostei !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s